Shangri-La Hotel – Paris

O esplendor, o luxo, a magnificência e a imaculada filosofia são sinónimos do Shangri-la hotel em Paris!

O grupo Shangri-La, oriundo de Hong-Kong baseia a sua tradição em diferentes valores meticulosamente escolhidos, a Sinceridade, a Humildade, o Respeito, a Prestatividade, a Cortesia e a Abnegação.
Grupo iniciado em 1971 com a abertura do Shangri-la Singapura, abre em 2010 o primeiro hotel na Europa, o Shangri-la Hotel Paris. E é sobre este espaço mais do que divinal, aliás, quase irreal, que vos venho falar.

Situado no antigo Palais Iéna, casa do Príncipe Roland Bonaparte, sobrinho-neto de Napoleão Bonaparte, este exemplo de arquitetura simultânea do século XVII e XIX e conhecida como “estilo eclético”, fica numa das melhores zonas da cidade de Paris e com uma das melhores vistas sobre o Sena e a torre Eifel.


Ficar hospedado neste hotel significa ter o lendário Jardin des Tuileries ao virar da esquina, assim como ter os estilistas de moda exclusivos da Avenue Montaigne e Avenue George V mesmo ao nosso lado.


Nada é deixado ao acaso no Shangri-La e o respeito pela arquitetura original do edifício é algo bem presente, com um projecto guiado pelo arquiteto Richard Martinet e pelo designer de interiores Pierre-yves Rochon, toda a renovação do edifício foi pensada no sentido de ressalvar o melhor da arquitetura dos séculos anteriores e transferi-la para o luxo e sofisticação do século XXI. Protegendo, assim, zonas e partes do palácio como “monumentos históricos”.

Razão pela qual, quando entramos no Shangri-la temos a sensação de ter viajado no tempo!
Este local traz-nos o melhor de dois mundos: a arte ancestral de bem receber asiática e a arte luxuosa da vida francesa.

Ao entrar nos portões de ferro originais, chegamos a um pequeno pátio protegido sob o pórtico de vidro restaurado, logo de imediato deparamo-nos com dois vasos inspirados na dinastia Ming que ladeiam a porta de entrada e definem logo à partida a conjugação Ásia/Paris! Quando entramos na sala de bilhar histórica com lareira, sentimos que demos um passo atrás na história.

lobby

Banhado por luz natural, o lobby do hotel é rodeado de tectos altos e mármores remodeladas. Vários pontos do Hotel contêm insígnias imperiais e monogramas ornamentados do príncipe Bonaparte subtilmente integrados na arquitetura.

Quarto Deluxe

Os seus 101 quartos são magistralmente pensados, decorado em tons de azul, branco e cru, em consonância tanto com o império europeu como com a estética asiática, criando uma harmonia de cores e texturas. Toda a decoração foi elaborada após um estudo exaustivo dos arquivos pertencentes à decoração da altura de Bonaparte.

Detalhes da Suite Imperial

Suite Chaillot

Ver a Tour Eiffel diretamente da banheira do nosso quarto é provavelmente uma das melhores experiências que vamos ter na vida! No Shangri-la as experiências amontoam-se umas atrás das outras, tamanha é a irrealidade.

Todos os seus imensos salões, Grand Salon, Salle à Manger e o Salon de Famille têm apontamentos de história pura, através de esculturas, frescos, lareiras, quadros, o que permite a quem neles entra ter a sensação que está numa festa que evoca o espírito dos elegantes eventos sociais da sociedade parisiense do século XIX.


Outros dos espaços que merece atenção é o Spa, ou o seu espaço de bem estar, que permite ao comum dos mortais sentir-se no céu, tudo isto com tratamentos com a assinatura da marca Carita Paris.

Restaurante La Bauhinia

O Shangri-La contempla, também, três restaurantes com estilos diferentes, o L’Abeille, o restaurante de assinatura de Phillipe Labbé com 2 estrelas Michelin e uma das salas mais exclusivas da cidade. O Shang Palace com 1 estrela Michelin que traz até Paris o melhor que a cozinha chinesa tem para oferecer, e  o La Bauhinia, também com a batuta de Phillipe Labbé, que une a cozinha asiática com a francesa numa fusão sobre a qual falaremos mais à frente num artigo específico.

Le Bar 

Tudo o que eu possa dizer ou todos os adjectivos que eu possa usar para adjectivar este hotel serão sempre poucos, porque isto não é um hotel é mesmo um palácio, digno de reis e rainhas, digno de contos de fadas, digno de um luxo que é inimaginável a uma grande parte do comum humano.

Sinto-me uma privilegiada por ter conhecido tão memorável espaço, provavelmente um dos melhores espaços da tão magnífica cidade da luz.

Shangri-La Hotel – Paris
Quartos a partir de 900€
10, avenue d’Iéna, Paris

Fotos: Shangri-La Hotel – Paris

1 Comment

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.